Quais as consequências da falta do Seguro Motas?

Qual a importância do Seguro Motas?

O Seguro Motas é importante porque além de ser obrigatório o seguro de responsabilidade civil para todos os veículos terrestres a motor e seus reboques, o seu proprietário ou condutor é responsável pelos prejuízos que a sua sua viatura pode causar em terceiros.

Quais as consequências da falta do Seguro Motas?

Uma mota sem seguro encontra-se numa situação ilegal, pelo que neste casos legalmente: O veículo pode ser apreendido e o seu proprietário pode ter de pagar uma coima; o condutor ou proprietário do veículo podem ser responsabilizados pelo pagamento total das indemnizações devidas aos lesados, em caso de acidente.

O que é o Sistema de Carta Verde?

O Sistema de Carta Verde é uma convenção internacional, denominada Convenção Multilateral de Garantias, que tem por objectivo facilitar o transporte rodoviário. Nos países aderentes a este sistema, a Carta Verde constitui o documento comprovativo da celebração do contrato do seguro obrigatório.

Qual o âmbito territorial do Seguro Motas obrigatório de responsabilidade civil?

O Seguro motas é válido em: Portugal; Países da União Europeia: Áustria, Alemanha, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Estónia, França, Finlândia, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Malta, Luxemburgo, Países Baixos, Polónia, Reino Unido, República Checa, Roménia e Suécia; Países aderentes ao Acordo Multilateral de Garantia: Andorra, Islândia, Noruega, Suíça (Liechtenstein) e Croácia, apenas em viagem ou por um determinado período de tempo.

A pedido do Tomador de seguro, o seguro poderá ser válido em outros países europeus e não europeus.

Que precauções se devem tomar quando viajar para o estrangeiro?

Quando viajar para o estrangeiro o tomador do Seguro Motas deve: Verificar se a sua Carta Verde é válida para todo o período da viagem e para os países que vai visitar, pois o seguro obrigatório só é válido nos países indicados na Carta Verde; Pedir antecipadamente à seguradora uma extensão territorial que abranja os países pretendidos.

Se vender o veículo, o Seguro Motas transfere-se para o novo proprietário?

Não. O Seguro termina às 24 horas do dia da venda, pelo que o novo proprietário tem de celebrar outro contrato de seguro. E, o tomador do seguro deve comunicar imediatamente ao seu segurador a venda do veículo.

Porquê fazer um seguro de para a minha mota?

Em primeiro lugar seguro de Responsabilidade Civil é obrigatório.

Garantir uma indemnização em caso de sinistro com culpa, os Danos Próprios do veiculo estarem garantidos, reconhecemos que é uma grande vantagem para o orçamento familiar

Em viagem ficamos mais tranquilos se soubermos que em caso de avaria ou acidente o veiculo e os seus ocupantes poderão ser convenientemente assistidos e deslocados para o seu destino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *