Site Loader
Souto da Carpalhosa, Leiria
Quais as doenças são consideradas graves

As doenças que são consideradas graves são cada vez mais um problema de saúde pública, uma vez que as pessoas estão a viver em média mais anos.

Contudo, uma maior longevidade conduziu também a uma maior dependência, dado que a autonomia é menor e deriva de vidas marcadas por incapacidades de vários níveis.

Na verdade, as doenças que causam o maior número de pessoas incapacitadas para o resto da vida são: as Doenças Cardíacas, os Diabetes, o AVC, o Cancro e as Doenças Pulmonares. Estas doenças são responsáveis por cerca de 100 milhões de anos de vida saudáveis perdidos.

O Seguro Vida de Doença Graves é um seguro no qual a seguradora garante o pagamento do capital contratado em caso de prova médica incontestável de que a pessoa segura foi diagnosticada de doença grave e desta forma garantir uma proteção financeira para si e para a família.

 Para efeito deste seguro de doenças graves, apresentamos as sete doenças asseguradas:

  1.  Cancro: Tumor maligno e inclui linfomas e leucemias (exceto a leucemia linfática crónica). Exclui os cancros não invasivos e os in-situ, os tumores em doentes infetados com o vírus VIH, e todos os cancros de pele, exceto os melanomas malignos.
  2.  Enfarte do miocárdio: Necrose (morte) de uma parte do músculo do coração (miocárdio). O diagnóstico deve ser inequívoco e basear-se nos seguintes três pontos: 
  1. historial de dor típica no peito (angor – indicador de doença isquémica);
  2. Alterações concordantes típicas dos exames eletrocardiogramas e eco-cardiográfico;
  3. Aumento dos enzimas cardíacos relativamente aos valores normais.
  1.  Acidente vascular cerebral: Acidente cerebrovascular que produz sequelas neurológicas que duram mais de 24 horas e que têm carácter permanente.
  2. Insuficiência renal: Fase terminal de falência renal, caracterizada pela impossibilidade permanente e irreversível de funcionamento de ambos os rins, e que exige transplantação renal ou recurso permanente à hemodiálise ou diálise peritoneal. 
  3. Cegueira Total: Perda total, permanente e irreversível da visão de ambos os olhos, em consequência de doença. 
  4. Cirurgia das coronárias: Cirurgia de duas ou mais artérias coronárias para correção de estenose dessas artérias através da implantação de um by-pass realizado, posteriormente aos sintomas de angina de peito. Exclui-se a angioplastia, a colocação de “stents” e outras técnicas não cirúrgicas.
  5. Transplante de órgãos: Intervenção cirúrgica sobre a pessoa segura envolvendo o transplante dos seguintes órgãos: córnea, medula óssea, coração, pulmões, fígado, pâncreas ou rins. 

 

A real importância de um Agente de Seguros

Para escolher o Seguro de Vida Doenças Graves que melhor se adapta à sua necessidade de proteção, contrate o seu seguro junto de um Agente de Seguros – Especialista em Seguros de Vida. Porque é garantidamente a melhor solução para si, visto que lhe permite escolher o melhor seguro para quando mais precisar.

Seja feliz! Faça alguém feliz! E, já agora faça hoje o seguro de doenças graves.

Post Author: Gastão Jordão Crespo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *