Quais as consequências da falta de Seguro Automóvel?

Quais as consequências da falta de Seguro Automóvel?

Um veículo sem Seguro Automóvel encontra-se numa situação ilegal, pelo que neste casos legalmente: O veículo pode ser apreendido e o seu proprietário pode ter de pagar uma coima; o condutor ou proprietário do veículo podem ser responsabilizados pelo pagamento total das indemnizações devidas aos lesados, em caso de acidente.

É possível fazer um seguro “contra todos os riscos”?

Apesar de se ouvir frequentemente falar em “seguros contra todos os riscos”, nenhum contrato de seguro cobre todos os riscos. Comummente, esta designação refere-se ao seguro que cobre também os danos próprios. Este tipo de seguro cobre os danos sofridos pelo veículo seguro, mesmo nas situações em que o condutor seja responsável pelo acidente. Entre as coberturas que podem ser contratadas, destacam-se: a de choque, colisão e capotamento, a de incêndio, raio e explosão e a de furto ou roubo.

O que é o Sistema de Carta Verde?

O Sistema de Carta Verde é uma convenção internacional, denominada Convenção Multilateral de Garantias, que tem por objectivo facilitar o transporte rodoviário. Nos países aderentes a este sistema, a Carta Verde constitui o documento comprovativo da celebração do contrato do seguro obrigatório.

Qual o âmbito territorial do Seguro Automóvel obrigatório de Responsabilidade Civil?

O Seguro Automóvel é válido em: Portugal; Países da União Europeia: Áustria, Alemanha, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Estónia, França, Finlândia, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Malta, Luxemburgo, Países Baixos, Polónia, Reino Unido, República Checa, Roménia e Suécia; Países aderentes ao Acordo Multilateral de Garantia: Andorra, Islândia, Noruega, Suíça (Liechtenstein) e Croácia, apenas em viagem ou por um determinado período de tempo.

A pedido do Tomador de seguro, o seguro poderá ser válido em outros países europeus e não europeus.

A franquia afecta o preço do Seguro Automóvel?

Sim, a franquia afecta o preço do Seguro Automóvel. Pois, a franquia corresponde ao valor que fica a cargo do tomador deste seguro, em caso de sinistro. Deste modo, a franquia permite reduzir o preço do Seguro Automóvel, porque responsabiliza o tomador do seguro por uma parte do prejuízo.

Que precauções se devem tomar quando viajar para o estrangeiro?

Quando viajar para o estrangeiro o tomador do Seguro Automóvel deve: Verificar se a sua Carta Verde é válida para todo o período da viagem e para os países que vai visitar, pois o seguro obrigatório só é válido nos países indicados na Carta Verde; Pedir antecipadamente à seguradora uma extensão territorial que abranja os países pretendidos.

Se vender o veículo, o Seguro Automóvel transfere-se para o novo proprietário?

Não. O Seguro Automóvel termina às 24 horas do dia da venda, pelo que o novo proprietário tem de celebrar outro contrato de seguro. E, o tomador do seguro deve comunicar imediatamente ao seu segurador a venda do veículo.

Porquê fazer um seguro de para o meu carro?

Em primeiro lugar seguro de Responsabilidade Civil Automóvel é obrigatório.

Garantir uma indemnização em caso de sinistro com culpa, os Danos Próprios do veiculo estarem garantidos, reconhecemos que é uma grande vantagem para o orçamento familiar

Em viagem ficamos mais tranquilos se soubermos que em caso de avaria ou acidente o veiculo e os seus ocupantes poderão ser convenientemente assistidos e deslocados para o seu destino.