Galinha Gorda Por Pouco Dinheiro

Galinha gorda. Quantas vezes já se arrependeu de ter comprado alguma coisa que parecia ser um grande achado? Na hora de comprar seja o que for convém ter em conta a primeira regra do consumidor inteligente: o barato sai caro ou como diz o ditado: “Não há galinha gorda por pouco dinheiro”.

Conta-se que em devido tempo, um comprador foi a uma feira com o intuito de comprar uma galinha, depois de algumas voltas à feira para comparar os preços optou por um feirante que estava a vender as galinhas mais gordas a metade do preço, sem pensar comprou logo duas galinhas. Ao chegar a casa matou as galinhas. Para seu espanto, o que encontrou foi galinhas com um estômago muito inchado e cheio de pequenas pedras. Fui enganado, exclamou!

Vem esta pequena história a propósito das dificuldades financeiras que muitas famílias então a passar e que as leva a estarem muito mais vulneráveis ao dito “Conto do Vigário”. O factor preço deve ser um factor decisório no momento da compra, no entanto não é com certeza o único factor de compra. Veja o exemplo dos automóveis que estão à venda. Pois, existem grandes diferenças quanto às características, mas quem compra um veículo novo sem rádio, só para ficar mais barato?

Como comprar:

Lembro-me de comprar determinado produto com dois anos de garantia a um custo inferior em vinte euros quando comparado com outra um produto de marca equivalente, e que me dava cinco anos de garantia. Escusado será dizer que o produto avariou ao fim de três anos.

Por outro lado, temos produtos de marca e produtos “genéricos” ou “linha Branca”, mas aqui a história é outra. Muitas vezes trata-se do mesmo produto, mas com designação diferente ou semelhante. Basta analisar os rótulos, as características ou os princípios activos que identificam o produto.

Nos seguros é outra área, as grandes diferenças nos preços prendem-se com as coberturas e principalmente com as exclusões, as chamadas “letras pequeninas” que ninguém lê, e que apenas são validadas aquando de um sinistro, neste caso, um bom profissional de seguros pode ajudar.

Nos produtos alimentares, uma técnica para comparar preços e características é observar com atenção, porque o rotulo que está na prateleira, as letras mais pequeninas da embalagem têm, obrigatoriamente, o preço ao Kilo ou á unidade. Desta forma, é possível comparar o preço base do produto.

Áreas que o cliente tem supresas indesejáveis:

Outra área um que os clientes têm tido grandes surpresas desagradáveis são as viagem que compram muitas vezes pela internet, porque efectivamente tem um custo mais barato, quantas e quantas pessoas, tiveram surpresas muito desagradáveis e ao chegar ao destino não existia ou não correspondia ao adquirido? Neste caso procure sempre Agências de Viagem credíveis e com provas dadas.

Todos sabemos que a qualidade tem o seu preço. Mas muitas vezes esquecemo-nos deste pequeno pormenor…

Seja feliz! Faça alguém feliz e já agora, se for à feira, mate a galinha antes de a comprar.

Gastão Crespo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *