Como contratar o Seguro Vida e Doenças Graves?

Como se contrata o Seguro Vida e Doenças Graves?

Pode contratar o Seguro Vida e Doenças Graves enviando o formulário de contacto para a Crespo Seguros, ou ligar 244 614 500, ás 9h30 às 18h30 terá sempre alguém que o ajuda a esclarecer as suas dúvidas.

Até que idade posso contratar o Seguro de Vida Completa?

O Seguro Vida e Doenças Graves poderá ser contratado entre os 18 e 67 anos. As coberturas de Morte e Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD), poderá ser contratada até aos 75 anos de idade, e 59 anos para a contratação da cobertura de Doenças Graves.

Até que idade estou protegido?

85 anos, para a cobertura de Morte;

75 anos, para cobertura de Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD);

67 anos, para a cobertura opcional de Invalidez Total e Permanente (ITP);

65 anos, para a cobertura adicional de Doenças Graves.

Que riscos não estão cobertos pelo Seguro Vida e Doenças Graves?

Em Caso de Doença Grave ser-lhe-á liquidada uma indemnização única no valor do capital contratado.

E se for contratado poderá receber uma indemnização diária por cada dia que estiver hospitalizado por doença ou acidente.

Qual a diferença entre Seguro de Vida e Seguro de Acidentes Pessoais?

É importante não confundir o Seguro de Vida com o Seguro de Acidentes Pessoais, porque embora ambos garantem igualmente o pagamento do capital seguro em caso de morte ou invalidez, é fundamental distinguir que no caso do Seguro de Acidentes Pessoais, este cobre somente se o acontecimento tiver por origem um acidente.

Porquê fazer um Seguro de Vida?

Na perspetiva de vários especialistas, fazer um Seguro de Vida é fundamental para todos os indivíduos que possuem: Alguém a seu cargo (filhos, esposa, amigos, pais que vivem consigo, entre outros); Um empréstimo (compra de carro, compra de casa, entre outros de valor considerável);

Infelizmente, o Seguro Vida Crédito Habitação não é para todos. Para algumas pessoas este seguro é apenas uma garantia adicional exigida pelos bancos para a concessão de determinada operação de crédito;

Porque, na Europa ter um seguro de vida é como possuir um seguro automóvel (obrigatório por lei em Portugal) porque é uma garantia de subsistência da pessoa segura e dos seus dependentes.